terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Coletânea de textos interessantes contra o PNDH-3

O Blog Pela Democracia, contra o PNDH-3 tem publicado muitos textos de altíssimo relevo e gabarito demonstrando as loucuras totalitárias do Lula no seu Programa Nacional dos "Esquerdos Desumanos". Abaixo, enumero alguns dos que li e achei do maior interesse para os leitores do En Garde! Volto a estimular, como fiz dias atrás, que os leitores do En Garde! se tornem seguidores do Blog Pela Democracia, contra o PNDH-3, para acompanharem estas suas importantes atualizações.
Abaixo alguns textos que merecem ser lidos:

NOTA DO MOVIMENTO NACIONAL DA CIDADANIA PELA VIDA - BRASIL SEM ABORTO: "O maior dos direitos humanos é o direito à vida. A Declaração Universal dos Direitos Humanos da ONU registra que 'Todo ser humano tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal. (Artigo 3)'. A Constituição brasileira também garante esse direito em cláusula pétrea, em seu artigo 5º. [...] [C]onsideramos importante que o atual governo explicite claramente o seu posicionamento a respeito do aborto, uma vez que isso facilita a formação de opinião do eleitor e sua resposta nas urnas no próximo ano". 


PRESIDENTE DO BRASIL BUSCA GARANTIR ABORTO COMO "DIREITO" E PROIBIR CRUCIFIXOS EM PRÉDIOS GOVERNAMENTAIS: "O presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva introduziu um enorme pacote de reforma legislativa no último ano de seu mandato que garantirá o aborto como “direito humano”, imporá a ideologia socialista e homossexual nas escolas e meios de comunicação e proibirá crucifixos em dependências governamentais, entre outras medidas. O programa legislativo, que se chama Terceiro Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3), estabelecerá um nível de controle sobre os meios de comunicação e propriedade privada que está sendo chamando de 'golpe de Estado' não violento e 'ditadura' de um partido socialista. O programa provocou protestos generalizados de instituições abrangendo desde a Igreja Católica até a liderança militar, o setor agrícola e até ministros de governo".

 

UM PAÍS DE DIREITA: "Ao sabor dos mais estúpidos interesses políticos, inclusive para satisfazer ao bloco latinoamericano que se bandeou todo para a esquerda, com raras exceções, o decreto assinado por Lula, pretende fazer uma reforma geral nos chamados direitos humanos [...] No caso brasileiro, Lula é um pau mandado de Hugo Chávez, tem medo de que ele se vire contra sua administração, se torne um inimigo verbal, um pavor para Lula que, na verdade, não gosta de discutir com ninguém, adora a unanimidade [...] Ao meio desse ano eleitoral de 2010 vai acontecer o diabo, no Brasil. Esse decreto que cria todo esse reboliço, a respeito das graves alterações na lei de anistia, ao sabor dos interesses mais inconfessáveis da esquerda trepada no poder, comandada á distância por Fidel Castro e seus seguidores, objetivando tumultuar o mais possível as próximas eleições, tem objetivo de eleger Dilma Rousseff de qualquer maneira, esse atraso de saia, que o Brasil, sua sociedade, precisa banir. A eleição de Dilma será uma vergonha par todos nós. Vamos perder nossa identidade de país livre".

 

A FORÇA RURALISTA: "Nunca, antes na história da nação, a sociedade se manifestou de forma tão contundente – quase 90% - contra as invasões do MST, o dobro das manifestações sociais que fizeram as famílias saírem em procissões pelas principais cidades do país convocando as Forças Armadas para tomarem uma providência para impedir que João Goulart transformasse o país numa república sindicalista, eclodindo o movimento militar de 64. [...] A classe ruralista precisa se levantar, mostrar sua força. Ela ainda é responsável por uma das mais unidas lideranças nacionais. Precisa apenas, como o boi, mostrar sua força".

 

DECRETO PRESIDENCIAL TEM BASES DE UM TOTALITARISMO COMUNISTA: "Nesse quadro, a gravidade do decreto é evidente. Há quem o compare ao AI-5, ou o chame de outros nomes semelhantes. De fato, é quase um programa para o estabelecimento de um Estado totalitário, sem qualquer liberdade civil. O controle governamental de mídia e do ensino sempre foram a grande sustentação dos governos totalitários, erigindo seus líderes em figuras de heróis (alguma semelhança com "O Filho do Brasil"?), garantindo assim a fraqueza de qualquer oposição, fomentando na população a idolatria do Estado e de seus líderes. Foi assim com Stalin na URSS, com Hitler na Alemanha, com Mussolini na Itália, como ainda é assim até hoje com Fidel Castro em Cuba, com Hu Jintao na China e com Kim Jong-il na Coréia do Norte. O que aparece como mais atentatório ao cristianismo, à primeira vista, a saber, aborto, união homossexual, adoção por homossexuais, proibição de símbolos religiosos em locais públicos, favorecimento do ensino de religiões não-cristãs no ensino público, na verdade, são apenas meios de enfraquecimento da sociedade através do enfraquecimento de sua religião comum, da família, assim como da propriedade privada, como na questão do privilégio aos invasores de terra, para a preparação para o Estado totalizante".


Nenhum comentário:

Postar um comentário