quinta-feira, 22 de julho de 2010

Dilma vs. Dom Luiz Bergonzini - Alguém, por favor, dê um Manual de Teologia a esta mulher!

A Sra. Dilma Rousseff vem nos premiando com várias pérolas.
Dias atrás o corajoso D. Luiz Gonzaga Bergonzini, Bispo de Guarulhos, escreveu um texto denunciando o abortismo do PT e da Sra. Dilma Rousseff e recomenando a todos os católicos que não votassem em Dilma Rousseff nem em qualquer outro candidato abortista. Repliquei o texto aqui no Blog dias atrás. Infelizmente, o Bispo agora está sendo perseguido por fanáticos petistas dentro e fora da CNBB, que até já censuraram o seu texto no site da Conferência.
D. Luís Bergonzini fez mais do que bem!
Estava na hora de algum Sucessor dos Apóstolos levantar a voz contra este Partido de abortistas, em defesa das crianças brasileiras!
E este foi D. Luís Gonzaga Bergonzini.
Dilma, então, respondendo ao Bispo, negou que defendesse o aborto (sic!).
Mais uma vez o cinismo da candidata petista impressiona. Como Dilma é capaz de negar que defende o aborto, se o seu Partido por inúmeras vezes apoiou expressamente a bandeira abortista em Congressos da legenda e outras movimentações? 
Vale lembrar que seis dos oito projetos para legalização do aborto no Brasil são de petistas e o Pograma Nacional de Direitos Humanos - sob a chancela da Casa Civil - trazia páginas e mais páginas de aborto, aborto e mais aborto. 
A própria Dilma já se manisfestou outras vezes em favor do aborto. O PT foi capaz até de expulsar o Deputado Luiz Bassuma por ser contrário ao aborto - e  ainda reclamam da censura dos militares...
Como negar, então, que seja defensora do aborto?
A candidata muda o nome da coisa e acha que está tudo bem: "Dilma, contudo, explicou que aborto é uma questão de 'saúde pública'. Na entrevista, ela defendeu ainda que não se pode deixar mulheres com melhor poder aquisitivo usarem clínicas e as mais humildes adotarem métodos 'pouco saudáveis' para abortarem", diz a notícia de Folha
Dilma diz que não é defensora do aborto, mas "explica que aborto é questão de 'saúde pública'". Diz e, na frase seguinte, desdiz: defende o aborto, mas como "questão de saúde pública" - como se mudar o nome da coisa mudasse o que é a própria coisa. Os petistas têm usado essa expressão para maquiar o que realmente significa, já que falar em aborto no Brasil pega muito mal com os brasileiros.
Mas, para a Sra. Dilma Rousseff, um recado: não somos idiotas, apesar da senhora pensar isso; chamar a coisa por outro nome não muda o que ela é; a senhora defende o aborto, sim; só não tem peito para assumir isso quando se sente acuada.
Questão de saúde pública é, isso sim, evitar o aborto: mata crianças, mata as mães ou as deixa sofrendo dia após dia, vivas e praticamente mortas.
Dilma ainda utiliza um dos argumentos mais estapafúrdios que já vi para rebater a corajosa atitude de D. Luís Gonzaga Bergonzini: a opinião do Bispo não é a posição da CNBB.
Por isso implorei para que alguém desse um Manual de Teologia à mulher...
O fato de não ser a posição da CNBB não importa patavina nenhuma, porque a CNBB não faz parte da Hierarquia da Igreja, não é sujeito do poder magisterial, de ensinar a verdade e advertir sobre o erro. A CNBB, como toda Conferência Episcopal, é tão-somente uma estrutura jurídico-canônica, que não goza de poderes magisteriais.
Um Bispo, ao invés, é parte da Hierarquia da Igreja, composta pelo Papa, os Bispos, os presbíteros e os diáconos. A Ordem do Episcopado - Papa e Bispos, sendo o Papa o Chefe dos Bispos - é sujeito do poder magisterial na Igreja, do poder de ensinar. Então, D. Luís Gonzaga Bergonzini tem, sim, o poder de ensinar para sua Diocese, em virtude de ser detenter do terceiro grau do Sacramento da Ordem, o Episcopado.
A CNBB, por sua vez, que é tão-somente uma estrutura jurídico-canônica, não é imediata detentora do poder magisterial, mas só mediatamente, por meio dos Bispos que dela fazem parte - entre os quais, D. Luís Gonzaga Bergonzini.
Desta feita, não adianta a Dilma dizer que o valoroso texto de D. Luís Gonzaga Bergonzini não é a "posição da CNBB", simplesmente porque a CNBB não é parte da hierarquia, não é detentora do poder magisterial, ao passo que D. Bergonzini é parte da Hierarquia e é detentor do poder de Magistério.
Alguém, por favor, dê um Manual de Teologia à Dilma para que aprenda estas coisas antes de balbuciar qualquer besteira.
De tanto a Dilma ficar lendo A Mosca Azul do Frei Betto, saem de sua boca tosquices desta estirpe!

4 comentários:

  1. Este senhor Tiagara e o D. Bergonzini deveriam se preoculpar com a pedofilia dos Bispos, Padres e outros responsaveis pela Igreja católica e não com assuntos de politica nacional que quem vai responder são os eleitores do Brasil. Em 3 de outubro vamos escolher a primeira mulher presidente deste pais que possue mais de 50% do sexo feminina. Queremos continuar com as mudanças e com o povo se alimentando como nunca. Isto é que a igreja cotálica deveria reforças em suas missas, pelo contrário pretende continuar dando esmolas aos pobres.

    ResponderExcluir
  2. Caro Sr. X,

    Esse é o problema de vocês não têm o que falar e ficam jogando para nós um problema que vocês mesmos, comunistas, criaram.

    Porque a pedofilia existe no Clero devido a vocês, comunistas, terem infiltrado gays e pedófilos nos seminários, como tentativa de destruir a Igreja. Procure no En Garde. Já escrevi sobre isso aqui.

    Além disso, a Igreja Católica nunca institucionalizou nem a pedofilia nem o homossexualismo, mas os petistas e demais comunistas querem institucionalizar ambos por onde quer que passem.

    Quem vai responder são os eleitores do Brasil? Ótimo! Eu sou eleitor, o Bispo também é. Mais que isso: ele tem o dever de orientar os fiéis de sua Diocese.

    Mas eu entendo que para vocês, petistas, seja difícil suportar adversidades: vocês simplesmente não toleram alguém com um discurso divero e querem logo cortar. Totalitários são assim mesmo...

    E, meu caro, não duvido que a Dilma será eleita, não! Pelo contrário, até aposto nisso. Porque, afinal de contas, quando comunista toma o poder ele não solta de jeito nenhum. Se ele tem a máquian do Estado, vai se manter de todo jeito, seja por uma fraude eleitoral ou por um golpe.

    Então, nem se preocupe! Sua Presidente terrorista e stalinista será eleita, sim! Talvez até no primeiro turno.

    O que os brasileiros têm a fazer é monta a resistência ao comunismo desde já. Só isso, porque a ditadura já vem aí.

    Até mais ver!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns, isso mesmo continue mostrando que a Verdade Sempre vencerá, Parabéns Dom Luiz, homem de fé, um Grande homem e quiça Grande Sto no futuro, mas hoje um grande exemplo.


    Victor Neri

    ResponderExcluir
  4. Manipulações semânticas não conseguem esconder o que pode ser visto, gravado em vídeo:

    http://www.youtube.com/watch?v=V2AENfY5JiA&feature=player_embedded

    http://www.youtube.com/watch?v=ITAwV6gg3kY&feature=player_embedded

    ResponderExcluir