sábado, 2 de outubro de 2010

Minha declaração de voto para Presidente - Vou de verde

Amanhã votarei Marina 43. Por que gosto dela? Não. Desconfio bastante até e discordo muito, mas no atual cenário político brasileiro não podemos nos dar ao luxo de confiarmos em nenhum dos presidenciáveis.

Votarei em Marina por questões estratégicas e por uma exortação.

Como estratégia, porque Marina é a única com chances reais de barrar o PT em um eventual 2º Turno. Nesta situação, quem votou em Serra dificilmente votaria em Dilma contra Marina, mas votaria em Marina contra Dilma. Além disso, com a debandada de votos das fileiras de Dilma devido a mais escândalos de corrupção, a tendência é que as fileiras de Marina cresçam com quem saiu de lá. Outrossim, dividindo o mesmo tempo com Dilma num 2º Turno e infinitamente mais carismática que a petista, Marina conquistaria facilmente indecisos.

Desta feita, é estratégico: temos de levar Marina para o 2º Turno; a probabilidade de vencer o PT com ela é maior.

A exortação é para o José Serra. Não merece o voto um covarde como ele, com tudo nas mãos para barrar o petismo e dando mostras de compadrismo, de como o PT e o PSDB são mesmo irmãos... José Serra é uma decepção outra vez, como sempre foi. Contra Dilma num 2º Turno, com esse discurso meia-boca, sem firmeza ou convicção, com sua notória falta de carisma e um índice de rejeição altíssimo, especialmente no Norte-Nordeste (o que Marina não tem, novamente aumentando suas chances), José Serra estaria fadado ao fracasso. O voto em Marina é um recado: tu és uma decepção em todos os sentidos, Carecão!

Então, é isso. Vou de verde. Vou votar Marina 43. Mais por estratégia que qualquer outra coisa. E porque contra o PT você tem razões para votar até no Tiririca se fosse candidato a Presidente...

Sobre a questão do "plebiscito do aborto", bem... a Dilma, se ganhar, aprova sem plebiscito mesmo, porque é isso que o PT quer desde sempre. Se a Marina continuar com essa de plebiscito, lutamos contra ela do mesmo jeito que lutamos contra a descriminalização sem plebiscito. =)  Mas é um risco que teremos de correr... Infelizmente, esta é a nossa situação calamitosa.

A propósito, vejam esse vídeo:



Atualização - 02/10, 13:30: Vi no IG uma interessante declaração de Marina Silva sobre o tal "plebiscito do aborto". Respondendo ao Pastor Silas Malafaia, Marina afirmou que não vai obrigatoriamente convocar um Plebiscito, até porque isso não cabe a ela; afirma apenas que "temas importantes como este [o aborto] devem ser decididos por Plebiscito" (o que também não é verdade, mas é melhor do que dizer que vai convocar Plebiscito invariavelmente). Vejam o que diz a notícia do IG:
A presidenciável do PV lembrou que jamais se comprometeu em convocar um plebiscito sobre os assuntos mencionados pelo pastor Malafaia. “Quem convoca um plebiscito é o Congresso. E quem aprova as leis também é o Congresso. Eu disse que casos de alta complexidade cultural, moral, social e espiritual como esses, deveriam ser debatido pela sociedade na forma de plebiscito. Mas eu nunca disse que convocaria um plebiscito”, afirmou a candidata.

Nenhum comentário:

Postar um comentário